Polícia prende quadrilha que roubava gado e assaltava propriedades rurais
  • Ouça a
    Rádio Difusão
  • Contato-Stampha
    Facebook-Stampha
    Segurança
    28/02/2018
    7:12
    Polícia prende quadrilha que roubava gado e assaltava propriedades rurais
    A base da organização criminosa ficava em Barra do Ribeiro

    A Polícia Civil deflagrou, na manhã desta quarta-feira (28), a Operação Ponta da Lagoa para desarticular uma organização criminosa, com sede no município de Barra do Ribeiro, especializada nos crimes de abigeato, assaltos a propriedades rurais, comércio ilegal de armas de fogo e tráfico de drogas.

    Oito criminosos foram presos. Arma de fogo, drogas e carne foram apreendidas durante a ação, que contou com a participação de cem policiais civis. Além de Barra do Ribeiro, foram realizadas diligências nos municípios de Morro Redondo e Caçapava do Sul, onde, conforme as investigações, existem células da quadrilha.

    O bando começou a ser investigado pela Força Tarefa de Combate aos Crimes Rurais e Abigeato da Polícia Civil em julho de 2017. De acordo com as investigações, a quadrilha realizava, em média, quatro abigeatos e pelo menos um assalto a propriedade rural por mês.  Nos roubos, os criminosos buscavam por armas e munições que posteriormente eram vendidas a traficantes e abigeatários.

    Ao todo, a Justiça autorizou o cumprimento de 29 mandados de prisão preventiva e busca e apreensão pela Polícia Civil. Conforme o delegado Cristiano Ritta, o inquérito policial que investiga a organização criminosa está em fase final. O delegado André Mendes ressaltou que ao término do inquérito, que ainda corre em segredo de Justiça, no mínimo 20 pessoas serão indiciadas pela Polícia Civil por comporem essa organização criminosa que, além de levar terror ao campo, já gerou prejuízo milionário aos produtores rurais da região de Barra do Ribeiro.

    A operação foi denominada Ponta da Lagoa em razão da posição geográfica dos municípios mais atacados pelo bando: Barra do Ribeiro, Tapes e Guaíba.

    Social Stampha
    O Portal Stampha não se responsabilza pelos conceitos emitidos nos textos assinados. As pessoas não listadas no expediante não estão autorizadas a falar em nome do Portal ou retirar qualquer tipo de material sem prévia autorização emitida pela redação ou pelo depatardamento de marketing do Portal Stampha. Não é permitida a reprodução das matérias publicadas sem prévia autorização dos responsáveis. As informações contidas nos anúncios e informes publicitários publicados no Portal Stampha são de total responsabilidade dos anunciantes, que responderão pela veridade da mesma.
    © 2014 - stampha.com.br • Todos os direitos reservados.